Clube de Compra Dallas [Crítica]

Por Guilherme Souza Estamos em Texas, o ano é 1985. A AIDS é considerada uma doença praticamente homossexual e a homofobia no estado é extremamente forte. Esse é o início de Clube de Compra Dallas. O …

Robocop [Crítica]

Por Guilherme Souza Não é fácil fazer um remake. Manter a fidelidade do filme original pode ser complicado, e quando o filme faz parte da história do cinema e tem em seu cerne uma singularidade do dir…

Trapaça [Crítica]

Por Guilherme Souza Trapaça (American Hustle), assim como seu “irmão” de tema, O Lobo de Wall Street, é irreal. Embora tenha o pé mais no chão, as relações, o cenário, os personagens, tudo é exagerado…

A Menina que Roubava Livros [Crítica]

– Por Josiane Fernanda Como nós do caneca já trouxemos para vocês uma resenha dessa obra de Marcus Zusak, ao falar do filme vou focar mais na adaptação e também na atuação do elenco. Primeiramen…

Rush – No Limite da Emoção [Crítica]

           Por Nicolas Fioresi Quando eu era menor, lá por volta dos 10 anos de idade, sempre acordava no domingo de manhã e ia assistir a corrida de Fórmula 1 com meu pai na sala. Nunca fui grande fã…

Uma Aventura Lego [Crítica]

Por Guilherme Souza O que se esperar de um filme da Lego? Assim que o primeiro trailer saiu, ficou clara a diversidade de dimensões e culturas que o filme traria. A marca possui parceria com inúmeras …

O Lobo de Wall Street [Crítica]

Por Guilherme Souza Assistir ao Lobo De Wall Street é uma experiência altamente alucinógena. Não é um filme para todos. Com 3 horas de duração, somos apresentados a Jordan Belfort (Leonardo DiCaprio) …