Home » Colunas » Artemys’ Dream Land: Aqueles filmes ruins que eu amo

Artemys’ Dream Land: Aqueles filmes ruins que eu amo

filmes-ruins

por Artemys Ichihara
16 de junho de 2016

Olha só quem está de volta com a coluna mais aleatória aqui do Portal Caneca! Dessa vez pra trazer mais uma lista, porque listas são in e todo mundo quer ser o Buzzfeed de amanhã (só que não). A lista dessa edição é nada mais, nada menos, que indicação de filmes bem daora pra gente assistir quando estivermos no tédio.

Recebam as boas-vindas a “Aqueles filmes ruins que eu amo”!

Basicamente, eu tenho uma predileção muito forte por filmes muito ruins. Aqui está uma lista dos meus cinco favoritos. Está aberto a comentários. Embora eu duvido que alguém vá discordar da ruindeza da lista…

  1. Suckerpunch Suckerpunch

Okay, pessoal.  Não é que Suckerpunch seja um filme exatamente ruim, mas a edição de cinema simplesmente não faz sentido. Recentemente, descobri através de uma amiga (thanks, Mo!) que a versão estendida torna o filme muito melhor. De maneira bem rápida, o filme trata da história de uma guria que foi parar em um manicômio e está para sofrer uma lobotomia, com umas viagens muito loucas e números de dança que eram pra ser sexy. Ah, e tem a Violet Baudelaire no elenco (e a Vanessa Hudgens)

Nota da Artemys: ★★★★★ (show)

Nota real: ★★★☆☆ (não é péssimo, mas é meio ???)

  1. Rollerball (remake de 2002. Não que o de 1975 seja muito melhor…)

    Rollerball-2002

O filme é basicamente gente se espatifando e se estripando de patins. É legal se você quer ver sangue, mas ele falha profundamente em diversas coisas e eu nem sei por onde começar. Uma sinopse diria que o filme trata de um futuro distópico onde a necessidade do público de ter atrações cada vez mais violentas culminam num esporte super popular chamado Rollerball, que é tipo um Roller Derby da morte com patins e carros e motos e tacos de baseball com pregos. Tem o Jean Reno no elenco, embora isso não ajude muito.

Nota da Artemys: ★★★★☆ (se fosse feito hoje seria mais daora)

Nota real: ★☆☆☆☆ (valeu a tentativa, vai)

  1. Repo! The Genetic Operarepo

Como eu já disse nessa coluna, o filme é uma colcha de retalhos. A fotografia é ótima, o plot é ótimo e a trilha sonora é ótima, mas os três juntos dá uma salada meio estranha. Sinopse vocês encontram na outra coluna. Vamos para as notas:

Nota da Artemys: ★★★★☆ (Tem a Paris Hilton e um Handsome Jack de baixo orçamento, não tem como dar nota mais baixa)

Nota real: ★★☆☆☆ (tinha tudo pra ser bom… mas não foi)

  1. Mulher Gato catwoman

AH! Um clássico dos filmes trash de super-herói, Mulher Gato foi feito quando o cinema estava no hype dos primeiros X-Men, o que significa que estavam, também, no hype de Halle Berry. O plot do filme é o seguinte: uma mocinha muito boazinha é morta por uma vilã do mal, mas é ressuscitada pela Bastet em pessoa (ou gata), ganhando habilidades felinas, e agora tem que desmascarar a grande vilã do mal e salvar a melhor amiga da morte.

Nota da Artemys: ★★★★☆ (AH MANO É MÓ DAORA.)

Nota real: ☆☆☆☆(pelo esforço do elenco)

  1. DragonBall Evolution dragonball-evolution

Vamos começar dizendo que eu tenho plena consciência de que DragonBall Evolution é um lixo. Uma das piores adaptações de qualquer coisa já feitas em toda a História da Humanidade. Os filmes de Percy Jackson? Eragon? Esses fiascos não são absolutamente nada perto do que DB Evolution é para a obra original. O problema?

Eu amo essa bagaça.

A sinopse é mais ou menos uma fanfic de Universo Alternativo escolar de DragonBall: Goku é um garoto bondoso que mora com o avô nas montanhas, e não é muito popular. Ele é apaixonado por ChiChi, a princesinha do colégio, mas sempre acaba se dando mal por conta dos amigos jocks dela. Em determinado momento da história, seu avô é atacado por Piccolo e morre, deixando consigo o legado das esferas do dragão e a missão de que ele procure por seu mestre, Kame.

Tinha tudo pra dar certo… SÓ QUE NÃO. O estranho é que numa análise profunda e muito esforçada, as principais características do primeiro arco da série e dos personagens foram mantidas… mas não sobrou muita coisa além disso.

Nota da Artemys: ★★★★★★  (EU REALMENTE ESPERAVA QUE A EMMY ROSSUM CANTASSE THE PHANTOM OF THE OPERA, MAS TÁ TUDO BEM PORQUE O YAMCHA MAGAL COMPENSOU ISSO)

Nota real: ☆☆☆☆☆ (sim, gente, o filme é ruim nesse nível)


Por hoje é só isso! Eu sei que estou devendo as colunas de Magi há mais de um ano, um dia eu termino. Espero que tenham gostado da lista. Tem algum filme que vocês gostariam de acrescentar? A lista não está tão ruim assim? Ainda dá pra piorar? Dá um alô aí, galera!

Revisado por: Aline Machado


Leia também: