Home » Colunas » 6 grandes personagens femininas dos quadrinhos

6 grandes personagens femininas dos quadrinhos

fodonas_lindas_sensacionaisPor Alessandro Zaharur

09 de março de 2016

Ontem comemoramos o Dia Internacional das Mulheres. Responsáveis por compor mais da metade da população brasileira e mundial, não possuem ainda – mesmo em pleno no século XXI – a total e merecida igualdade de direitos. Para homenageá-las nesse grande dia, selecionamos 6 grandes personagens femininas encontradas no mundo dos quadrinhos.

1.Hit Girl

    Nossa primeira personagem não possui idade suficiente para matar bandidos, nem maturidade para poder lidar com armas, mas isto não a impede de jorrar o sangue de seus oponentes para todos os lados e nem de tomar a cena do protagonista da obra, Kick-ass. Sendo filha do Big daddy, Mindy aprendeu a lutar e a mexer com armas em seus primeiros anos de idade. Controlada pela sede de vingança pela morte da mãe – tal vingança herdada de seu pai – a pequena sanguinária demonstra, em alguns momentos, sentir extremo prazer com a dor dos caras maus. Criada por Mark Millar e John Romita Jr., Hit Girl tem sua aparição já nas primeiras edições de Kick-ass e, graças ao seu grande carisma, ganhou uma HQ solo em 2012.

2.Miss Marvel (Kamala Khan)

Após a mudança de patente de Carol Danvers – antiga Miss Marvel – para atual Capitã Marvel, eis que o manto fica esquecido, até a aparição de Kamala Khan, uma filha de paquistaneses refugiados nos EUA. Descobrindo ser uma inumana depois de se expor a névoa terrígena, Kamala se depara com sua natureza transmorfa, podendo esticar e comprimir seu corpo ou partes dele. Sendo grande fã de Carol Danvers, a garota, após alguns acontecimentos da vida, se depara com sua mais importante missão: se tornar a próxima Miss Marvel. Tendo estreia em 2014, a atual detentora do manto foi criada pela escritora Willow Wilson.

3.X-23

Sendo um clone de Wolverine, Laura foi criada pela Hidra com o intuito de matar o baixinho rabugento da Marvel. Sua criadora, Dra. Sarah Kinney, torna-se sua mãe postiça, devido a rejeição da menina pela organização alemã, mas a morte de sua criadora pelas suas próprias mãos e graças ao controle da Hidra, sua personalidade se torna marrenta e ela uma forte anti-heroína, culpando Logan e tentando matá-lo de início. Criada na série animada “X-men Evolution” e somente depois migrando para as HQ`s, Laura assume atualmente o manto de Wolverine e trabalha na equipe dos Vingadores.

4.Thor (Jane Foster)

A maioria das pessoas conhecem o asgardiano Thor, dono do título da obra, como o detentor do Mjolnir. Mas poucos sabem que atualmente o deus do trovão teve seu manto passado para ninguém menos que Jane Foster, seu par romântico. Após Thor deixar de ser digno de empunhar o martelo, na saga Pecado Original, Jane passa a proteger, de forma sigilosa nas primeiras edições, os nove reinos. Logo após a revelação de sua identidade, a cientista assume estar com um câncer em sua forma humana e, devido alguns acasos, acaba dando uma surra no deus do trovão. Foster surgiu nas primeiras edições de Thor e em 2015 teve sua primeira HQ solo como heroína. Foi criada por Stan Lee e Jack Kirby.

5.Mulher Maravilha

Precursora do poder feminino nas HQ’s, nossa tão conhecida Mulher maravilha é detentora de uma legião de fãs e responsável por liderar, ao lado de Superman e Batman, a Liga da Justiça. Filha de Hipólita, rainha das amazonas, Diana possui grande força e poder de voo, além de seu conhecido laço da verdade. Vive no mundo dos deuses e atua, segundo as últimas histórias, como o equilíbrio entre as pessoas e os deuses – fora representar a luta contra o machismo na Terra. Sua primeira origem lhe colocava como vinda do barro (inspirado pelos contos bíblicos), mas com o tempo sua criação foi tomando uma forma mais trabalhada e digna com a personagem. Diana foi criada em 1940, conduzida pela estudante Olive Byrne (com o pseudônimo de “Richard Olive”) e tem grande importância na luta pela igualdade de gênero.

6.Faith Herbert

Por último, temos uma personagem que quebra totalmente o estereótipo da heroína “marombada”. Faith Herbert é a primeira protagonista Plus Size dos quadrinhos e mostra sua força e bom humor aplicada no combate ao crime. Demonstrando ser uma pessoa totalmente normal, o que aproxima o público de sua personalidade, Zephyr é uma simples jornalista nerd que atua como heroína a noite, mas que possui seus quilinhos a mais como qualquer outra pessoa. Criada por Jody Houser, sua primeira aparição aconteceu nas páginas de “Herbinger”, e a Valiant anunciou que em 2016 vai lançar uma série exclusiva de quatro edições da personagem.

Revisado por Beatriz Albarez


Leia também: